O presidente Jair Bolsonaro tentou fazer uma aproximação com o Nordeste em seu discurso durante a entrega do Complexo Habitacional Aluízio Campos, em Campina Grande, nesta segunda-feira (11). Ele agradeceu a confiança dos “irmãos nordestinos” e fez questão de dizer que sua filha tem “sangue de cabra da peste”, uma vez que o sogro dele é cearense.

Ovacionado, Bolsonaro chegou ao púlpito sob gritos de “mito”. “Não existe momento maior de satisfação para um político do que ser bem recebido pelo seu povo”, disse ele logo ao iniciar o discurso.

Jair Bolsonaro agradeceu os presentes e disse que estava revendo velhos amigos.
Entre essas amizades, ele citou Efraim Filho, Damião Feliciano, Pedro Cunha Lima e Ruy Carneiro, além de ter elogiado Cássio Cunha Romero e Romero Rodrigues. “Romero é um cabra que pensa no seu município e terá muito futuro entre nós”, disse.

O presidente relembrou sua trajetória política, afirmando que o seu maior sonho é entregar ao seu sucessor um Brasil melhor do que ele recebeu, que tinha problemas éticos, financeiros e econômicos. “Os éticos já estamos resolvendo”, destacou.

Segundo Bolsonaro, o Brasil está recuperando confiança do mundo. Ele relatou que suas últimas viagens para a China, Emirados Árabes e Catar foram um sucesso e alguns países anunciaram investimentos vultuosos no Brasil, em especial no Nordeste. O presidente não especificou, no entanto, quais foram os países e que tipos de investimentos serão feitos.

tratis.jpg