Ryan Murphy acaba de assinar um contrato milionário de exclusividade com a Netflix, deixando de ser exclusivo do Canal Fox para trabalhar agora também em produções originais da maior companhia de streaming de filmes e séries da atualidade.

O criador, diretor e produtor de algumas das maiores séries de sucesso dos últimos anos como Glee, American Horror Story, American Crime Story e a recém anunciada e aguardada Pose – que estreia no canal FX durante o verão do Hemisfério Norte.

Apesar de agora Murphy “ser” da Netflix, isso não implica que as séries já em produção na Fox/FX deixarão os canais. Muito pelo contrário: o diretor e criador continuará à frente de suas séries de grande sucesso ao mesmo tempo que vai poder se dedicar às produções originais Netflix.

O contrato firmado aponta que a partir do dia 1º de julho de 2018 todas as novas séries de Ryan Murphy serão da Netflix. Isso não implica, como informado, nas produções que já estão em andamento há anos como as séries já citadas, que continuam na supervisão de Murphy e se mantém nos canais atuais.

Com duração de 5 anos, a Netflix contratou o diretor por um total de US$ 300 milhões, aproximadamente R$ 975 milhões pela sua exclusividade. Murphy é reconhecido por tratar de assuntos polêmicos e ainda considerados tabu por muitas sociedades em todo o mundo como gravidez na adolescência, diversidade de gênero, sexualidade, crença e raça e ainda adicionar personagens que sofrem preconceito apenas pelo seu jeito de viver em muitas de suas séries.

Não sabemos se Murphy e Netflix já contam com uma série planejada para 2018, mas os frutos dessa união devem ser vistas ainda em 2019 ou antes.

tratis.jpg